CLÓVIS BEZERRA REELEITO PARA CUMPRIR SEU ÚLTIMO MANDATO À FRENTE DO SETCARCE
Clóvis Bezerra quer que seu último mandato seja exemplar

O presidente reeleito do SETCARCE, por unanimidade, Clóvis Bezerra, está planejando as principais ações em prol do setor do transporte rodoviário de cargas, como a questão do preço do diesel. “Temos um problema sério, que envolve a questão política. E, infelizmente, temos de conviver com as variações do valor do diesel. O Congresso Nacional precisa definir essa situação, pois não podemos conviver com diferentes alíquotas de ICMS pelo Brasil afora”, disse.  Ele também pontua a importância do setor do TRC no enfrentamento da pandemia.

Ele ressaltou que inicia o novo mandato com o agravamento da pandemia, mas já existe um projeto junto com a FETRANSLOG-NE e a Confederação Nacional do Transporte, que contará com o aval das autoridades competentes, no sentido de serem adquiridas vacinas para imunizar os profissionais que estão na linha de frente, transportando todo tipo de mercadorias pelo País afora, inclusive vacinas. E que isso tem de ser urgente.

Lembrou que, inclusive, já foi lançada a campanha “Vacina Já”, com o objetivo de imunizar os motoristas e também os ajudantes. “Além das equipes que trabalham dentro das empresas, selecionando e realizando as operações de carga e descarga das mercadorias que vão ser transportadas para os mais variados locais. Há uma necessidade de vacinarmos todo esse pessoal”, destacou o presidente do SETCARCE e da FETRANSLOG-NE.

Toda a diretoria é muito unida, tem os mesmos ideais e apoiou de maneira uníssona toda a composição da chapa única. “Temos muitas pessoas preparadas, excelentes, na nossa gestão, como o Marcelo Maranhão, que é meu primeiro-vice, e deverá me suceder à frente do sindicato, pois este será meu último mandato, que pretendo que seja exemplar, à frente do SETCARCE”, ressaltou o dirigente.

E nas próximas semanas será veiculada a primeira revista digital do sindicato, com informações importantes para o segmento de transporte rodoviário de cargas. “Temos muita gente nova, boa, que está pretendendo ajudar, independentemente de integrarem a diretoria ou não. E vamos usar a tecnologia em prol dos nossos associados”, completou Clóvis Bezerra.

Fonte: BaladaIN