Diretor da FETRANLSOG-NE é nomeado Presidente da Câmara Técnica de Graneis em Silos da NTC&LOGÍSTICA

O Diretor Institucional da FETRANSLOG-NE e Presidente em Exercício do SETCARCE, Marcelo de Holanda Maranhão, foi eleito para presidir a Câmara Técnica de Graneis em Silos da NTC para o próximo biênio 2021/2023.

Aconteceu na terça -feira do dia (05/10/21), a reunião da Câmara de transporte de granéis em silo (CTGS), em ambiente on-line, reunindo representantes do segmento de todo o Brasil.

O Diretor Institucional da FETRANSLOG-NE e Presidente em Exercício do SETCARCE, Marcelo de Holanda Maranhão, foi eleito para presidir a Câmara Técnica de Graneis em Silos da NTC para o próximo biênio 2021/2023.

A honraria é uma homenagem instituída pelo sistema NTC&logistica para distinguir pessoas cuja atuação, em prol do desenvolvimento do transporte e logística, mereça destacado reconhecimento.

O encontro foi conduzido pelo coordenador da câmara técnica e presidente do SETCEMG, Gladstone Lobato que abriu a reunião agradecendo e ressaltando a importância do encontro. Aproveitando explicou os pontos que seriam abordados.

Ao dar início aos trabalhos, o presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio foi convidado para dar os cumprimentos iniciais e comentou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido pela entidade e também da importância da CTGS.

Durante a reunião, o diretor jurídico da entidade, Marcos Aurélio Ribeiro, comentou sobre os assuntos tributários e regulatórios que a entidade vem acompanhando, dando um panorama geral das medidas. Em seguida o assessor jurídico, Narciso Figueirôa Junior relatou as medidas trabalhistas acompanhadas pela NTC, além de comentar sobre o seminário trabalhista que será realizado no dia 25 de outubro em Brasília. O assessor técnico e responsável pelo Departamento de Custos Operacionais (DECOPE), Lauro Valdivia, falou sobre os assuntos técnicos e de impacto no segmento, além da regulamentação de equipamentos e de custos.

Na pauta também foram abordados o mercado financeiro, alta do diesel, motoristas, inflação, alta do custo de equipamentos, entre outros assuntos.

Fonte: Adaptado da NTC&Logística