Os desafios da mobilidade urbana no transporte de cargas

Nos últimos dois anos, o transporte terrestre de cargas estava de frente para um cenário que, com a pandemia, parecia não guardar boas notícias

Para aproveitar uma oportunidade no segmento logístico, especificamente dentro do universo das transportadoras, é preciso lidar com os desafios de colocá-la em prática.

Nos últimos dois anos, o transporte terrestre de cargas estava de frente para um cenário que, com a pandemia, parecia não guardar boas notícias.

Porém, o que vimos foi um estouro de movimentação no varejo online e, por consequência, o aumento de fretes e veículos de transporte urbano de cargas por aí.

Vamos conhecer alguns modelos de VLC (Veículos de Carga Leve) e VUC (Veículos de Carga Urbana) que rodam por aí?
  • Fiat Fiorino (com 86% de market share)
  • Renault Master
  • Fiat Ducato
  • Mercedes-Benz Sprinter
  • Mercedes-Benz Accelo
  • Iveco Daily
  • Ford Cargo 816
Mobilidade Urbana no Transporte de Cargas

Em uma pesquisa realizada pela empresa de logística, Pathfind, o volume de transporte urbano de cargas no Brasil aumentou em 20% durante a pandemia e tudo isso, somado ao já delicado cenário de mobilidade urbana no país, tem acarretado atenção em dobro para o planejamento das transportadoras.

Principais barreiras da mobilidade urbana para o transporte de cargas

Lentidão do trânsito

O Brasil tem a sexta maior frota de veículos do mundo, totalizando cerca de 46,2 milhões de unidades. Só de ser este número já dá para imaginar a lentidão no trânsito que as transportadoras encontram por aí, não é?

Infraestrutura

Não é preciso andar muito pelas principais metrópoles do país para se ver diversos problemas de infraestrutura, como a falta de ofertas de locais para carga e descarga, sinalização, qualidade do asfalto e tudo isso interfere no trabalho de transporte urbano de cargas.

Falta de Segurança

Da mesma forma que as transportadoras encontram situações de falta de segurança nas estradas, é possível encontrar nos centros urbanos. O prejuízo pode ser tanto em relação à própria carga, quanto ao veículos e o condutor dela.

Restrições e regras

Há diversas regras e restrições de circulação nas vias urbanas do país, que mudam de município para município e se tornam um ponto delicado no planejamento das transportadoras, ao considerarem a fuga do trânsito e atendimento às condições de entrega ao cliente.

Falta de planejamento

A falta de planejamento em uma situação como esta, onde muitos obstáculos aparecem no caminho, pode ruir a expectativa de retorno das transportadoras. É preciso se antecipar aos principais imprevistos do dia a dia da rodagem e encontrar “planos B”, para que os prejuízos sejam controlados.

Anotou tudo? Agora é partir para o planejamento com mais informações nas mãos e sem se esquecer de contar com a tecnologia, viu?!

Procure sempre por parceiros que ofereçam soluções que, combinadas, podem te ajudar a ter um planejamento muito mais consistente e seguro. Entre elas, estão ferramentas para segurança de cargas, planejamento de rotas, TMS (Transportation Management System), entre outras. 

Este conteúdo é útil para você?