Definido administrador do fundo para estruturar projetos de concessões e PPPs

FDIRS tem pelo menos R$ 838 milhões disponíveis para da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios

Está definido o nome da empresa administradora do Fundo de Desenvolvimento da Infraestrutura Regional Sustentável (FDIRS). A BRL Trust, em parceria com Vinci Partners e a Ernest Young, foi a escolhida. O Ministério da Infraestrutura (MInfra) integra o Conselho do FDIRS, junto com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a Casa Civil e a Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos do Ministério da Economia.

O administrador será responsável pela criação da estrutura para administração e de tornar operacional o fundo e a gestão de patrimônio, além de submeter anualmente uma proposta de política de investimento aos cotistas, gerenciar ativos de acordo com a política de investimento e elaborar relatórios anuais de avaliação de resultados.

“Os vencedores do certame conhecem bem o mercado privado e acumulam operações e experiências que poderão agregar bastante valor aos nossos esforços de viabilizar a política pública”, destacou o secretário de Fomento, Planejamento e Parcerias do Ministério da Infraestrutura, Rafael Furtado, que é conselheiro do fundo.

Inicialmente, mais de R$ 838 milhões estarão disponíveis para a estruturação e desenvolvimento de projetos de concessões e PPPs da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Cidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste terão prioridade, sem prejuízo das demais regiões.

*Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional

 

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Este conteúdo é útil para você?