Sefaz Ceará entrega selo Cinco Jangadas aos destaques de 2022 do Programa Contribuinte Pai D’Égua

Reconhecimento dos destaques do Programa Contribuinte Pai d’Égua em 2022.

O diretor da Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste (Fetranslog), Marcelo Maranhão, esteve presente na solenidade de reconhecimento dos destaques do Programa Contribuinte Pai d’Égua em 2022. O evento foi realizado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Fazenda, na manhã desta quarta-feira (21), no Palácio da Fazenda.

O Programa Contribuinte Pai D’Égua, criado em 2019, tem o intuito de fomentar a autoconformidade tributária por meio de uma mudança no relacionamento com o contribuinte.

Hoje, mais de 18 mil empresas são cadastradas e acompanhadas pelo Contribuinte Pai d’Égua, que estabelece uma classificação de acordo com o nível de cumprimento regular de suas obrigações tributárias. A pontuação, de uma a cinco jangadas, possibilita contrapartidas, como o tratamento diferenciado nos procedimentos de controle de mercadorias em trânsito e na autorregularização de inconsistências fiscais.

Nesta segunda edição, o selo Cinco Jangadas foi entregue para as seguintes empresas com matriz no Ceará que contribuíram para a arrecadação do Estado: Casa da Construção (Comércio Varejista), Rede Uniforça (Comércio Atacadista), Serrote IV (Energia Elétrica), Dakota Nordeste (Indústria), Bela Vista Aquicultura (Produtor Agropecuário), Ideia Telecom (Serviços de Comunicação) e Expresso Guanabara (Serviços de Transporte).

Também foram homenageados, de forma inédita, com o selo, a contadora Veridiana Bastos Dutra, o escritório de contabilidade Tecnus Contabilidade LTDA e o supermercado Centerbox – este último por ter sido o estabelecimento a cadastrar mais notas fiscais no programa “Sua Nota Tem Valor”.

Essa relação de confiança tem feito o Ceará ser líder em conformidade tributária no Brasil. “No Ceará, percebemos a mudança qualificada no comportamento das empresas. A maior parte delas quer cumprir obrigação tributária. A pandemia deixou muito claro que, quando as empresas não produzem, a vida de cada cidadão é afetada. Nosso esforço contínuo é criar uma ambiência que seja fundamental para as empresas e o Estado”, defendeu Fernanda Pacobahyba, secretária da Fazenda.

Angélica da Cunha, gerente de Controladoria da empresa Guanabara, destacou a alegria de, em nome da empresa, receber o reconhecimento. “Isso ratifica que continuamos a estar em conformidade com o que a lei exige, contribuindo para o desenvolvimento do Ceará”, disse.

Um sentimento também partilhado pela contadora Veridiana Bastos Dutra. “Para mim é uma honra, principalmente por ser mulher numa classe tão difícil. Mas esse reconhecimento não é só para mim, é para toda a minha equipe, que é muito competente”, complementou.

Veja aqui alguns cliques feito do momento:

Estiveram presentes o secretário-executivo da Casa Civil do Governo do Ceará, Flávio Jucá; o superintendente de Obras Públicas, Quintino Vieira; a procuradora-geral do Estado, Camily Cruz; o desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará, Fernando Ximenes; o presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL Fortaleza), Assis Cavalcante; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuaria do Ceará (Faec), Amilcar Silveira; o presidente do Conselho Estadual de Defesa do Consumidor (Condecon), José Damasceno; o vice-presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Carlos Prado; e outras autoridades.

Fonte: Adaptável do Ootimista

Este conteúdo é útil para você?